anuncie

anuncie

DESTAQUES

Na IBT* pagando o seu carnê em dia, você concorre a prêmios!

Na IBT* pagando o seu carnê em dia, você concorre a prêmios!

anuncie

anuncie

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Mãe confessa ter matado filha recém-nascida, em Barreiras



Uma mulher de 24 anos, apresentou-se ontem à polícia de Barreiras e confessou ter matado a filha recém-nascida. O caso já estava sendo investigado pela polícia local desde maio deste ano.
A mulher contou à polícia que após chegar da maternidade, enrolou a criança em um lençol, pôs o bebê no guarda-roupa e saiu de casa por três dias.
Ao retornar e constatar que a menina estava morta, a jovem esquartejou o corpo, queimou as partes e lançou algumas no vaso sanitário.
A Polícia informou que na época do desaparecimento da criança, a jovem foi diagnosticada com depressão pós-parto.
"Com algumas informações que a família passou, e também do celular dela que eles nos entregaram, a gente começou a checar as pessoas que eram próximas dela. Mas todas as provas que nós seguimos não deram em nada. Eram falsas. Ela dizia que tinha dado um bebê a tal pessoa, aí a gente encontrava essa pessoa e nada. Nada disso foi comprovado “, disse o delegado José Romero que investigava o caso.
A polícia começou a desconfiar da versão da mãe, que alegou ter doado o bebê, após encontrar restos de ossos humanos e uma panela queimada, na casa da jovem.
Após a confissão a mulher teve material de DNA colhido para verificar se os ossos encontrados são da criança desaparecida. Confirmada a identidade da criança a mãe poderá ser enquadrada no crime de infanticídio - que é quando a mãe mata a criança ainda na barriga, ou logo após o nascimento -, ou homicídio qualificado.
A jovem que confessou o crime está fazendo tratamento psicológico no estado de Goiás e não foi presa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IBT

IBT

DINHEIRO RÁPIDO E FACIL

DINHEIRO RÁPIDO E FACIL

IBT

IBT

EMPRESTIMOS CONSIGNADOS

EMPRESTIMOS CONSIGNADOS