Governo do Estado

IBT

IBT

Governo do Estado

DESTAQUES

DINHEIRO RÁPIDO E FACIL

DINHEIRO RÁPIDO E FACIL

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Filadélfia: Candidata a monitora do Programa Mais Educação é desclassificada por perseguição e não se render as tiranias administrativas.




Uma denuncia feita através das Redes Sociais pelo presidente do SISEF coloca em choque resultado do Processo Seletivo para o Mais Educação em Filadélfia segundo a denuncia feita por Valmir Dantas a candidata que ficou melhor colocada foi desclassificada por não se render as imposições do Governo da Reconstrução.

Veja a Denuncia:
A primeira colocada na lista de classificação do programa mais educação no município de Filadélfia foi desclassificada e perseguida por não se render as imposições do Governo da Reconstrução, entenda o caso:
A candidata foi aprovada em concurso público em 2012, como todos já conhecem a história desse concurso, agora em 2018 o prefeito, Louro Maia,  impôs que esses servidores abrisse mão dos direitos trabalhistas a fim de concluir o processo, como a referida pessoa não aceitou as imposições, o prefeito DEMITIU-O do serviço público, tirando lhe a única fonte de renda, e o emprego aprovada em um concurso público.
Ao abrir as inscrições para o programa Mais Educação, a pessoa se inscreveu obtendo a primeira colocação, no entanto a prefeitura não aceitou a mesma trabalhar, apenas por vingança, alegando que ela é funcionária do município, o que é uma mentira tamanho G, já que o próprio prefeito Louro Maia, exonerou a mesma, e ela nem trabalha e nem recebe nada da prefeitura, pelo contrário foi exonerada.
Filadélfia é assim, ou aceita as imposições ou é perseguido, prefeito acha que está acima da lei.

OBS: O Blog Diga Filadélfia deixa o espaço aberto para a Comissão que organizou o Processo de Seleção do município caso queiram apresentar justificativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governo do Estado

IBT

IBT

Governo do Estado

EMPRESTIMOS CONSIGNADOS

EMPRESTIMOS CONSIGNADOS