O TRABALHO NAO PARA

DESTAQUES

O TRABALHO NÃO PARA

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Secretaria da Educação do Estado firma parcerias na Alemanha


O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, cumpriu agenda na Alemanha na última semana, onde negociou acordos de cooperação com focos na Educação e na Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) na área de energia solar. Na última quinta-feira (7), Pinheiro visitou o Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (KIT), universidade técnica estatal da Alemanha, localizada na cidade de Karlsruhe e mantida pelo estado de Baden-Württemberg.
Os convênios Bahia/Alemanha vão envolver assuntos como modelo de escolas, diretrizes de Educação Profissional, formação continuada, intercâmbio educacional e cultural, além de troca de experiências. “Esses convênios vão, necessariamente, envolver o Sistema S, com base no que já iniciamos na Bahia, com foco no empreendedorismo, Startup, novas práticas, cursos de curta duração e abertura de novas frentes vinculadas à demanda e perfil regional”, disse Pinheiro, ao completar que a ideia é centrar no modelo de escolas públicas com foco nas áreas das energias renováveis, porém adotando experiências em outras áreas.
Antes de visitar o KIT, o secretário se reuniu na Câmara de Comércio e Indústria (Die Industrie- und Handelskammer Karlsruhe - IHK) com o secretário de finanças de Karlsruhe, Ragnar Watteroth, e com o Dr. Udo Götschel, gestor de Comércio exterior e infra-estrutura da IHK, também para estabelecer parcerias na área da Educação. Na quarta-feira (06), Pinheiro esteve no Instituto Fraunhofer para Sistemas de Energia Solar (ISE), na cidade de Freiburg, onde negociou uma cooperação técnico-científica-educacional entre a Secretaria da Educação do Estado, o instituto alemão e o Senai/Cimatec da Bahia, com foco na energia solar. “A reunião foi excelente e acertamos uma troca de protocolos até o final de setembro, quando, após essa data, técnicos da Secretaria da Educação, do Cimatec e do Instituto Fraunhofer vão elaborar a proposta de Cooperação Técnico- Científica-Educacional”, destacou o secretário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário