O TRABALHO NAO PARA

DESTAQUES

O TRABALHO NÃO PARA

sábado, 2 de setembro de 2017

Bebê de 7 meses é estuprada em motel pela mãe e pelo pai, em Manaus


A Polícia Militar de Manaus resgatou um bebê de apenas 7 meses de um motel, bairro do Coroado, na tarde de quinta-feira (31/8). De acordo com a corporação, funcionários do estabelecimento ouviram o choro de uma criança e acionaram os militares. No quarto, a criança estava com a mãe e o pai da menina.
Ao entrarem no recinto, os policiais pediram para que funcionárias do motel analisassem a criança. “Uma camareira verificou a genitália da bebê, quando foi constatada certa vermelhidão na região, com indícios de estupro”, disse a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DCPA), Juliana Tuma. Imediatamente, o casal, um médico peruano de 45 anos e a jovem, de 24, foi detido e levado para a delegacia. O bebê seguiu para o Instituto Médico Legal da cidade.
Nesta sexta-feira (1º/9), o laudo do IML confirmou que a bebê de 7 meses foi estuprada. “Naquela tarde no motel, a jovem afirmou ter visto o parceiro assistir filmes pornográficos com as mãos nas nádegas da bebê, que estava despida. Ela argumentou que chegou a Manaus aos 15 anos para trabalhar como doméstica, na casa do médico, quando eles começaram a manter relações sexuais que, segundo ela, não eram consentidas. Quando engravidou, passou a nutrir um sentimento por ele e, por isso, nunca o denunciou. A jovem afirmou que o médico é o pai da bebê, porém, ele só vai registrar a menina mediante comprovação da paternidade, por meio de exame de DNA”, disse a delegada.
O médico e a mãe foram autuados em flagrante por estupro de vulnerável. Eles serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul de Manaus. A vítima está sob proteção judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário