O TRABALHO NAO PARA

DESTAQUES

O TRABALHO NÃO PARA

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Adolescente é apreendido por matar a namorada de 16 anos a pedradas no interior da Bahia


Um adolescente de 17 anos foi apreendido, na quarta-feira (23), por policiais da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Irecê, acusado de ter sequestrado e matado a namorada de 16 anos, Fernanda da Silva Soares, a tiros e pedradas, no domingo (20), naquela cidade.
Procurada desde então, o corpo da menina foi encontrado, ontem (23), nas imediações da Estrada da Esagri, com marcas de tiros de uma arma calibre 22 e diversas lesões. Câmeras de um imóvel próximo a onde ela foi encontrada e o testemunho do proprietário do local, que viu a foto do rapaz, acabaram levando a polícia até o namorado.
De acordo com o delegado Ernandes Reis Santos Júnior, titular da 1ª Delegacia Territorial (DT), de Irecê, a investigação levantou que o casal de namorados havia sido visto pela última vez, no domingo (20), saindo da casa vítima, por volta das 12 horas, em direção à Rodoviária. Depois os dois desapareceram. À noite, a mãe denunciou o sumiço.
Já em campo, os investigadores da polícia descobriram, por meio de denúncia anônima, que a garota teria sido morta pelo namorado e que o corpo estaria abandonado na Estrada da Esagri, o que, de fato, se confirmou com as buscas empreendidas na região. O rapaz agiu assim porque soube que ela o teria traído com outro homem.
O adolescente, então, foi convidado a comparecer à delegacia e lá foi reconhecido por testemunhas que o viram com a namorada na Estrada da Esagri. Uma busca, desta vez feita em sua residência, encontrou as roupas que ele usava no domingo. A camisa e a bermuda apresentavam marcas de sangue e foram apreendidas.
O delegado Ernandes Júnior lavrou um auto de apreensão em flagrante por ato infracional análogo ao crime de feminicídio para o adolescente e o encaminhou ao Ministério Público. As vestes apreendidas foram encaminhadas para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O delegado informou que, há duas semanas, o adolescente foi encaminhado à Fundac por ato infracional análogo a crime de roubo, mas ficou internado apenas sete dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário