O TRABALHO NAO PARA

DESTAQUES

O TRABALHO NÃO PARA

sexta-feira, 23 de junho de 2017

O dia em que um ex-carlista derrubou a bolsa e fez o dólar disparar


O governo sofreu uma derrota na Comissão de Assuntos Sociais no Senado. Por 10 votos a 9, o projeto de reforma trabalhista foi rejeitado. O senador Otto Alencar (PSD-BA), contrário à reforma, votou como suplente de Sérgio Petecão (PSD-AC), que estava ausente e era a favor da reforma. Otto foi voto decisivo na articulação comandada por Renan Calheiros (PMDB).
Surpreendeu o entusiasmo de Otto Alencar (PSD), um ex-carlista, que se atracou com a tese da esquerda. Otto tem sido muito crítico ao governo Temer, disse inclusive que o presidente já foi para o dendê. A derrota na CAS do Senado derrubou a bolsa, fez o dólar subir.

O ministro Henrique Meirelles teve que acalmar o mercado gravando inclusive um vídeo para as redes sociais, dizendo que a reforma continua e deve ser aprovada no Senado. Da Rússia, ao lado do presidente-czar Putin, assistindo uma apresentação do Balé Bolshoi, o presidente Temer disse que vai ganhar no plenário do Senado e aprovar a reforma trabalhista. É bem provável, mas ontem Otto comemorou com um verdadeiro esquerdista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário