O TRABALHO NAO PARA

DESTAQUES

O TRABALHO NÃO PARA

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Itiúba.Cidade sem promotor de justiça a quatro anos


Com a transferência do melhor promotor que Itiúba já teve que foi o doutor promotor Samuel de Oliveira Lunna, que respondeu pela Comarca de Itiúba durante um longo período e que realizou um brilhante trabalho em investigações exitosas, e dando celeridade em processo que há anos estavam parados no Fórum, depois que Ele foi embora, mais uma vez, Itiúba vem sofrendo com a falta de um membro fixo do Ministério Público.
Até que outro nome seja designado para a Comarca, a promotora Daniele Cochrane Santiago Dantas Cordeiro, da Comarca de Senhor do Bonfim, vem colaborando com Itiúba, atendendo aqui uma vez na semana, às quartas-feiras, porém, como a mesma é responsável por outras cidades, não dá conta de tantos processos engavetados na comarca e tantos outros a procura de serem protocolados no MP local.É fato que a alta rotatividade de juízes e promotores em qualquer município, prejudica sobremaneira o andamento das investigações e dos processos na Comarca.
A falta de sequência nos trabalhos e nas investigações, iniciadas por um e que depois precisa ser repassada para o próximo estudar para se inteirar dos casos e dar prosseguimento a eles, atrasa tudo e, muitas vezes, até inviabiliza a apuração de alguns casos.
Fatos como este facilitam a impunidade, encorajando o cometimento de crimes e, ao mesmo tempo, provoca na população de bem um clima de desânimo e descrédito na justiça.Portanto, a população itiubense pede ao excelentíssimo senhor Procurador do MP/BA a designação em extrema urgência de um representante do MP fixo para este órgão tão importante e parceiro da cidadania em qualquer município do estado. A Justiça precisa ser para todos, então o município de Itiúba, não pode ser uma exceção.Por: Renilson Ramos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário